Foto: Denis Renó.

Roma é uma cidade historicamente importante. Talvez uma das mais importantes do mundo ocidental. Fundada em 753 a.C., recebeu o nome em homenagem ao seu fundador e primeiro rei, Rômulo. Mas como esse blog é de viagem, e não de história, vamos dedicar o post às atrações que a cidade nos oferece.

Roma
Foto: Denis Renó.

Os detalhes da cidade são encantadores.

É impossível conhecer Roma em uma ou duas viagens. Há tanto a se fazer que, seguramente, sempre faltará algo. Entretanto, alguns pontos são fundamentais para podermos dizer que fomos à histórica capital italiana. Neste post, limitaremos os comentários gerais, deixando o complexo romano (onde fica o Coliseu, o Palatino e o Fórum Romano) para outra publicação.

Roma, um museu milenar

Caminhar por Roma é encontrar partes da história da humanidade o tempo todo. Ao virar à esquerda em uma rua estreita, você pode encontrar o Panteão. O templo foi construído pelo imperador Adriano, entre 118 e 128 d.C., e salta aos olhos dos visitantes.

Foto: Denis Renó.

O Panteão é impressionante e inesquecível.

No centro de sua cúpula arredondada, um enorme óculo (uma abertura central descoberta) oferece visão do céu. A parede da cúpula, a maior do mundo em concreto não reforçado, é composta de caixotões. Em sua entrada, enormes colunas sustentam o pórtico. Trata-se de uma visita incomparável. Em frente, uma pequena praça, a Piazza della Rotonda, que costuma ficar movimentada durante todo o dia.

Roma
Foto: Denis Renó.

As colunas do Panteão são grandiosas.

Passeios seculares de Roma

Próximo do Panteão, uma passagem fundamental (entre várias) é a Fontana Di Trevi. Bem mais nova que o Panteão, a fonte foi construída em 1762, sob autoria de Nicola Salvi. É a maior e mais ambiciosa construção de fontes barrocas na Itália, com 26 metros de altura e 20 metros de largura.

Roma
Foto: Denis Renó.

A Fontana Di Trevi é um belo passeio, especialmente no verão italiano.

No passeio, o difícil é conseguir aproximar-se das águas da fonte, especialmente no verão. Mas, com um pouco de paciência, chega-se à sua borda para jogar moedas. Diz a tradição que se você jogar uma moeda você voltará a Roma no futuro, e se jogar duas pode mudar-se para a cidade. Em sua homenagem, no ano de 1964 foi gravado o filme Fontana di Trevi, dirigido por Carlo Campogalliani.

Roma dos sabores

Pizza, spaghetti, gelatto. Há tanto o que experimentar em Roma que dificilmente alguém vai pensar em loucuras gastronômicas, como redes de fast food. Mas, caso você surte, pode encontrar vários no centro de Roma. Entretanto, recomendo esquecer comidas industrializadas por alguns dias, em respeito aos romanos.

Um dos sabores imperdíveis é a pasta. Em charmosas cantinas você pode saborear pratos individuais a preços justos, e com massa fresca. Um prato pode sair por 12 €, um pouco mais que um menu em Madri, mas vale a pena.

Outro sabor imperdível é a pizza. Curiosamente, hoje em dia mais de 50% das pizzarias da Itália são de propriedade de egípcios, árabes e turcos. Mas o sabor continua o mesmo: inigualável. O centro da cidade, você compra fatias, armazenadas em pequenas caixas, e pode sair comendo enquanto conhece Roma.

Finalmente, é quase proibido visitar Roma sem saborear um gelatto. A diferença do “sorvete” italiano para os demais é a sua composição. Menos gorduroso que o sorvete tradicional, o gelatto é mais pastoso e firme. Os sabores prioritários na Itállia são Pistacho e Stracciatella. Os potes com dois sabores são vendidos a 3€ no centro da cidade

Roma
Foto: Denis Renó.

Ir a Roma sem experimentar o gelatto é algo proibitivo.

Roma das compras

Mas em Roma é possível criar um roteiro de compras. Com lojas de alta qualidade, e outras com preços econômicos, ir a Roma pode ser a oportunidade de renovar o guarda-roupas (ou parte dele, por causa do preço do Euro). Sem dúvida, é possível encontrar bastante coisa diferente do tradicional.

Uma opção para compras é o próprio centro da cidade, próximo ao Vaticano, do qual falaremos adiante. Há lojas de todos os gostos e bolsos. Por isso, vá com calma se quiser que sua compra seja bem aproveitada.

Foto: Denis Renó.

O centro possui diversas lojas, para todos os gostos.

Com gelatto, Panteão ou gravatas, uma coisa é certa: conhecer a Itália sem passar uns dias em Roma é uma viagem feita pela metade. Afinal, nossa história como civilização ocidental é construída nos pilares históricos dessa bela cidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here